Ganhar dinheiro como Personal Trainer em tempo integral. Eu consigo?
09/11/2014
Personal Trainer S/A: conhecimentos de marketing, finanças e vendas ajuda a empreender
09/11/2014
Mostrar todos

Personal Trainer é o profissional de Educação Física que atua como professor particular de atividade física em horários preestabelecidos, na qual tem a responsabilidade de elaborar, de avaliar, de prescrever e de acompanhar um programa exclusivo de exercícios físicos, conforme as necessidades e desejos do cliente, com intuito de proporcionar um condicionamento adequado, com finalidade estética, de reabilitação, de treinamento ou de manutenção da saúde (DOMINGUES FILHO, 1988) .
Conseguir o corpo ideal e ficar em forma é o desejo de muitos brasileiros, assim como das pessoas de vários cantos do mundo. Tanto que ao olharmos em volta percebemos que os clubes, as academias, os estúdios de personal training, as praças, as praias, os parques cada vez mais, estão ficando lotada de indivíduos que querem de alguma forma melhorar sua qualidade de vida através de exercícios físicos orientados, afinal o aumento da atividade física facilita o controle do peso em longo prazo e melhora a saúde geral do organismo.
Assim, o mercado de trabalho do personal trainer vem crescendo e mais indivíduos contratando esse profissional. E importante ressaltar que quando as pessoas começam a pensar em contratar ou contratam um personal trainer, elas buscam aqueles que realmente entendem do que esta falando ou propondo em termos de personal training, que sejam inteligentes, que tenham boa comunicação e habilidade tátil, bom relacionamento, que possuam formação acadêmica, experiência pratica, comprometimento e saibam da importância de seu trabalho levando em consideração as necessidades, os desejos, as metas e principalmente as limitações dos seus clientes.
O treinamento personalizado tem que ser sempre motivador, desafiador, efetivo e divertido para que os clientes nunca percam o entusiasmo em relação ao exercício físico e estejam sempre satisfeitos com o personal trainer.

Então o que é preciso para ser um personal trainer
Para ser um personal trainer antes de tudo é necessário ter concluído o curso de Educação Física, que tem em geral a duração de quatro anos, e depois fazer algumas especializações e estágios em diferentes áreas como treinamento e marketing desportivo, primeiros socorros, atividades aquáticas, esportes coletivos e individuais, avaliação física, fisiologia do exercício, biomecânica e outros, a fim de poder oferecer um serviço com segurança e eficiência, já que iremos lidar com desejos, necessidades e limitações de cada pessoa.
Atualmente apenas com a formação universitária e aparência, sem que se tenha experiência e bom senso, não qualifica ninguém para fazer qualquer coisa nesta área.
Um curso de línguas e de informática também e obrigatório nos dias atuais, devido ao fato que a globalização esta proporcionando muitas oportunidades de emprego, entre elas o número crescente de estrangeiros em nosso país que estão contratando personal trainer que saibam se comunicar em outra língua. No caso da informática, ganhou importância e utilidade devido ao fato de ser um instrumento agilizador na execução de tarefas em diversas áreas de produção, como também fonte de pesquisa e de relacionamento.
Além disso, é conveniente que o personal trainer participe de congressos, simpósios, jornadas e que assista palestras, cursos entre outras atividades correlatas para que se atualize, a fim de se manter a par das últimas novidades e progressos nesse campo. Lembre-se que tudo que puder acrescentar ao currículo melhor será para o profissional e seu cliente, nunca acomode. Isso e um diferencial.
E muito importante estar cadastrado no Conselho Regional de Educação Física (CREF), pois esse órgão tende a fiscalizar aventureiros, sem qualquer qualificação, que se autodenominam personal trainer e que saem por aí fazendo o que bem entendem, geralmente tudo errado, causando efeitos contrários aos desejados pelo cliente e pela nossa profissão, sujeitando-se a ser punido por exercê-la ilegalmente.
A sugestão é o personal trainer ter boa capacidade de comunicação, relacionamento pessoal, demonstrar o seu trabalho através de clientes que assessora ou daqueles que já utilizaram o seu serviço, a continuidade do trabalho e a experiência nessa área. Lembre-se que quanto mais experiente, maior valorização, melhor remuneração, mais clientes. Embora nos saibamos que o número máximo de clientes que podemos atender semanalmente, e de 20 ou 50 horas semanais. Mas do que isso tende a comprometer o nosso serviço.
Outro detalhe importante refere-se à carreira profissional. Muitos colegas querem e levam o trabalho a serio, o que e correto, mas esquecem de levar a própria carreira a serio. A consequência e que estes profissionais de Educação Física que desejam torna-se ou que já atuam como personal trainer poderiam chegar muito mais longe, poderiam usar seu talento e seus esforços de modo mais completo e satisfatório, se planejassem sua vida profissional enquanto estivessem, por exemplo, na faculdade.
Mas isso infelizmente não ocorre devido ao fato da grande maioria preocupar-se apenas com o presente, esquecendo que num período de 20 a 40 anos após a sua formatura, o seu corpo, a sua energia não serão mais a mesma, mas o volume de trabalho poderá ser igual ou então maior, assim como outros compromissos que serão inseridos na sua vida, com isso ele tende a perceber que o tempo passou e que poderia ter feito outras coisas para que quando chegasse este momento o seu emocional e o seu financeiro fosse outro.

Por Luiz Antonio Domingues Filho

DOMINGUES FILHO, L. A. – Manual do personal trainer brasileiro – Ícone, São Paulo, 1998.