International Standard Serial Number (ISSN) ou International Standard Book Number (ISBN). Saiba mais sobre estes identificadores internacionais.

Métodos de treinamento de forca mais usado nas academias de Santos
09/11/2007
Entrevista de Piti Pinsach e Luiz Antonio Domingues Filho sobre técnica hipopressiva para o SBT
18/12/2010
Mostrar todos

Quando submetemos e apresentamos um trabalho para sessão cientifica num evento, seja ele: Congresso, Simpósio, Jornada ou Encontro, e interessante verificar se o trabalho constará numa publicação seriada. O ISSN identifica o título de uma publicação seriada seja ela em forma de: jornais, revistas, anuários, relatórios, monografias seriadas, em circulação, futuras (pré-publicações) e encerradas, em qualquer idioma ou suporte físico utilizado (impresso, on-line, CD-ROM entre outros).
A International Standard Serial Number ou ISSN é o número identificador aceito internacionalmente para individualizar o título de uma publicação seriada, tornando-o único e definitivo. O sistema de coordenação internacional (ISSN International Centre – ICISSN, Paris) assegura que cada ISSN é único para cada publicação. Seu uso é definido pela norma técnica internacional da International Standards Organization ISO 3297.
O ISSN é operacionalizado por uma rede internacional, e no Brasil o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT atua como Centro Nacional dessa rede na qual é membro da rede e representante brasileiro junto ao Centro Internacional.
Todo ISSN é composto por oito dígitos, incluindo o dígito verificador, e é representado em dois grupos de quatro dígitos cada um, ligados por hífen, precedidos sempre por um espaço e a sigla ISSN. Exemplo: ISSN 0000-0000.
Já o International Standard Book Number ou ISBN é um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país, a editora, individualizando-os inclusive por edição. Utilizado também para identificar software, seu sistema numérico é convertido em código de barras, o que elimina barreiras linguísticas e facilita a sua circulação e comercialização. sistema ISBN é controlado pela Agência Internacional do ISBN, que orienta, coordena e delega poderes às Agências Nacionais designadas em cada país. A Agência Brasileira, com a função de atribuir o número de identificação aos livros editados no país, é, desde 1978, a Fundação Biblioteca Nacional, a representante oficial no Brasil.
Sendo assim a diferença entre ISSN e ISBN e a seguinte: O ISBN é atribuído a livros ou outras publicações monográficas. O ISSN é atribuído somente às publicações seriadas.
Um detalhe interessante e que uma publicação pode ter um ISSN e um ISBN ao mesmo tempo. Esta situação ocorre comumente com livros pertencentes a uma coleção seriada e com anuários e bianuais. O ISBN identifica o livro como pertencente a uma série ou um ano específico para publicações anuais e bianuais. Monografias dentro de uma série monográfica deverão ter ambos: um ISBN para a monografia individual e um ISSN para a série inteira.
Não se esqueça que os trabalhos inscritos e apresentados em Congressos, Simpósios, Jornadas, Encontros entre outros eventos possui um código (ISSN), na qual junto com o titulo do trabalho, dos autores, ano de publicação, nome do evento, pagina entre outros deverá constar no seu currículo lattes.

Por Luiz Antonio Domingues Filho.

Fonte: www.ibict.br