Relação entre limiar anaeróbio indireto e desempenho no triathlon

O rendimento esportivo no triathlon a partir da análise das etapas de competição.
09/09/2006
Induction of Lymphocyte Death by Short- and Long-Duration Triathlon Competitions
08/03/2007
Mostrar todos

RESUMO

Nos últimos anos tem se pesquisado muito sobre a resposta do lactato no exercício, chegando a elaboração de uma metodologia de determinação indireta do Limiar Anaeróbio a partir de equações de regressão. Apesar do grande número de equações não se tem dados sobre a relação com a performance no triatlo. Objetivo: Determinar o Lactato Mínimo (LAC min) indireto na natação e o Limiar anaeróbio individual (IAT) indireto na corrida pelas equações proposta por Simões et. al. (2000); Simões et. al. (1997) e verificar possíveis relações com a performance das provas de natação e corrida em uma prova de Short Triathlon. Método: 1 triatleta (27 anos; 157cm altura; 50 kg; 12,91% gordura) realizou em dias diferentes, com temperatura e umidade controladas os seguintes testes: 1) teste de 700 m na natação para determinação do LAC min indireto pela equação (LAC min = 1,015 x Vm700m (m/min)-5,025); 2) teste de 3 km de corrida para determinação do IAT indireto pela equação (IAT = (Vm 3km x 0,97)-15.81); 3) participação em uma prova de Short Triathlon (750m natação; 20km ciclismo; 5km corrida). Resultados: A velocidade de prova da natação(46,8 m/min) foi menor que a do LACmin indireto(47,8 m/min) correspondendo a 97,9% do LACmin indireto ,e a velocidade de prova da corrida(197,6 m/min) foi menor que a do IAT indireto(210,6 m/min), correspondendo a 93,8% do IAT indireto. Estes resultados mostram que as respostas do lactato determinadas indiretamente são próximas as velocidades de prova durante um Short Triathlon, podendo portanto, ser usadas no treinamento como simulações de velocidade de prova.

Referência Bibliográfica
LEITE,G.S; URTADO,C.B; BALIKIAN JUNIOR,P; GERARDI, A; BECHARA NETO, J.-Relação entre limiar anaeróbio indireto e desempenho no triathlon – Revista Ciências Agrárias e da Saúde, vol.04; 2006.